Periodicidade: Diária - Director: Armando Alves - 14/12/2018.
 
 
AMADORES DO MONTIJO E AMADORES DE MOURA NO CAMPO PEQUENO
AMADORES DO MONTIJO E AMADORES DE MOURA NO CAMPO PEQUENO
07 de Agosto de 2018


A presente obra está protegida ao abrigo do Código do Direito de Autor e dos Direitos Conexos.
A utilização não autorizada pode configurar a prática de um crime de usurpação ou contrafação (arto.s 195o e
196o do CDADC) para além de incorrer em irresponsabilidade civil conducente a um pedido de
indemnização.
© 2018, Armando Alves



Quinta feira pelas 21h45m

Grupo de Forcados Amadores do Montijo, quinta-feira, no Campo Pequeno

O Grupo de Forcados Amadores do Montijo estreou-se a 21 de Agosto de 1964, na Monumental Amadeu Augusto dos Santos (Montijo), pegando toiros da ganadaria de Rio Frio, sob o comando de José Jacinto Carvalheira.

Com um largo e rico historial, este grupo, que na actualidade é comandado por Ricardo Figueiredo, é detentor de vários e importantes troféus, destacando-se, em 2007, o troféu “João Moreira de Almeida, em 2003 o Troféu Casa dos Forcados Amadores do Montijo, em 2000 o Troféu III Concurso de Ganadarias Idanha-a-Nova, 1998, o Troféu António Gouveia, em 1992 o  Troféu Corrida dos Pára-quedistas, em 1985 o Troféu Associação de Comandos, em 1968 o Troféu Augusto Linho e, em 1970 o prestigiado Troféu Casa da Imprensa, que o distingui como o melhor grupo do ano.

Elementos seus integraram várias selecções de forcados que actuaram nos Estados Unidos, Indonésia, Canadá, México, Venezuela e Colômbia.

Na temporada de 2017, o forcado Hélio Lopes foi o vencedor do Concurso de Pegas realizado no Campo Pequeno.

Na próxima quinta-feira, no Campo Pequeno, o Grupo de Forcados Amadores do Montijo repartirá cartel com os seus homólogos Real de Moura e Turlock, capitaneados respectivamente por Valter Rico e Georges Martins Jr. e os cavaleiros Rui Salvador, António Brito Paes, Manuel Ribeiro Telles Bastos, Duarte Pinto, Andrés Romero (rejoneador espanhol que confirma a alternativa) e David Gomes (que confirma a alternativa), na lide de seis imponentes toiros de Vale Sorraia.

 

Real Grupo de Forcados Amadores de Moura, quinta-feira no Campo Pequeno

O Real Grupo de Forcados Amadores de Moura, estreou-se a 9 de Setembro de 1971, na praça de toiros de Moura e é considerado o mais antigo do Baixo Alentejo. Nessa tarde histórica para o Grupo, que se apresentou sob a chefia de António Maria Garcia, pegaram toiros da ganadaria de José Francisco Cruz e Crujo.

Ao longo de 47 anos de actividade, com presenças nas mais destacadas datas do calendário tauromáquico português e várias e honrosas presenças em praças de Espanha e França, o Real Grupo de Forcados Amadores de Moura tem sabido conquistar o respeito e a admiração dos aficionados.

Em 1991, por ocasião da comemoração dos 20 anos da fundação do Grupo, foi-lhe outorgado o título Real por Duarte Pio de Bragança no que é o único Grupo de Forcados a ostentar esta distinção régia.

Na próxima quinta-feira, na Corrida do Emigrante, o grupo apresenta-se no Campo Pequeno, sob a chefia de Valter Rico, o oitavo cabo do seu historial, competindo directamente com os grupos do Montijo e de Turlock, capitaneados, respectivamente, por Ricardo Figueiredo e George Martins Jr, para pegarem seis toiros da ganadaria Vale Sorraia.

A cavalo actuarão Rui Salvador, Brito Paes, Manuel Telles Bastos, Duarte Pinto, Andrés Romero (Rejoneador espanhol que confirma a alternativa) e David Gomes, que também confirma a alternativa.