Periodicidade: Diária - Director: Armando Alves - 14/12/2019.
 
 
IMAGENS E CRÓNICA DO CONCURSO DE GANADARIAS EM SALVATERRA
IMAGENS E CRÓNICA DO CONCURSO DE GANADARIAS EM SALVATERRA
13 de Maio de 2019





Veiga Teixeira e António Silva arrebatam troféus

O Forcadilhas e Toiros esteve hoje presente na 4ª corrida de toiros dos agricultores de tomate do Ribatejo, em Salvaterra de Magos. A corrida registou casa cheia mas sem esgotar. Esta corrida consistiu num concurso de ganadarias, com três Cavaleiros de excelência anunciados: António Ribeiro Telles, Luís Rouxinol e Francisco Palha. As pegas ficaram a cabo do Grupo de Forcados Amadores de Santarém e de Coruche. Em competição estiveram toiros de seis grandes ganadarias portuguesas: Fernando Palha, António Silva, Veiga Teixeira, Vinhas, Fernandes de Castro e Vale Sorraia. O Júri do concurso foi constituído pelo Dr. Vasco Lucas, José Luís Gomes e Francisco Marques “Chalana”.

Abriu a tarde o Maestro da Torrinha, António Telles, frente a um jabonero de Fernando Palha, de 530 kg. Conseguiu uma lide correta, toureando ao som da música da banda municipal de Salvaterra de Magos, demonstrando a sua arte Marialva num toiro que não complicou muito. Obteve ferros de muito boa nota, cravados ao estribo em sortes de poder a poder. Para a primeira pega, pelo GFA de Santarém, saiu o forcado Francisco Paulos, que concretizou ao segundo intento.

Seguiu-se Luís Rouxinol, que enfrentou um Dr. António Silva de 580 kg com bastante trapio. Cravou um comprido excelente e nos curtos esteve em tom crescente com ferros de destaque, cravados ao estribo, en su sitio. Conseguiu chegar ao público nesta lide que finalizou com um ferro de palmo de bom tom. Pelo GFA de Coruche, António Tomás brindou a Elsa Penedo, relembrando tudo o que o falecido Francisco Penedo fez pelo Grupo e pela Festa. Consumou uma pega muito boa ao primeiro intento.

Francisco Palha recebeu o seu Veiga Teixeira com uma sorte de gaiola bem conseguida, mas sofreu logo uma aparatosa colhida, voltando à arena pouco tempo depois para continuar a sua lide, que esteve longe de ser fraca. Francisco mostrou a sua garra apesar da lesão que havia sofrido momentos antes. Cravou ferros espetaculares e terminou a lide com dois ferros que levantaram a praça para o aplaudir. Infelizmente Francisco teve de ser transportado para o hospital após esta lide. Para pegar este toiro, saiu à arena pelo GFA de Santarém, António Taurino, consumando à primeira.

Após um curto intervalo, em que foi descerrada uma placa em homenagem póstuma a D. Maria Teresa Ramalho, seguiu-se António Telles. Na segunda lide esteve frente a um Vinhas de 670 kg, o toiro mais pesado da corrida. Esteve ainda melhor nesta segunda lide, com dois ferros curtos de destaque. Lidou ao seu estilo e conseguiu transmitir muita emoção às bancadas, terminando a sua lide com o público de Salvaterra, que praticamente encheu a praça, a aplaudir de pé. Pelo grupo de Coruche, pegou o forcado João Ferreira Prates ao segundo intento.

Rouxinol esteve também muito bem na segunda lide, esteve irrepreensível. Ferros excelentes cravados ao estribo e no sítio certo. Deu hoje em Salvaterra uma lição de toureio, onde apenas faltou emoção do público. Terminou com um ferro de palmo e um par de bandarilhas que resultaram de forma excelente. Pegou este Fernandes de Castro de 620 kg, o forcado Francisco Graciosa, do GFA de Santarém. Consumou esta grande pega ao segundo intento e foi premiado com uma segunda volta à arena.

Para terminar esta tarde de Verão, e sob um acordo de Cavalheiros, lidaram a duo, o toiro que era para Francisco Palha, os cavaleiros António Telles e Luís Rouxinol, um toiro do Vale Sorraia de 550 kg. Iniciaram a lide com 4 ferros compridos, cada um melhor que o anterior. Nos curtos estiveram brilhantes, cada um ao seu estilo, Telles com ferros muito bem conseguidos ao estribo e Rouxinol com um violino maravilhoso. Terminaram com 4 ferros de palmo excelentes. Deram hoje uma lição de toureio e Maestria, sendo impossível destacar um dos cavaleiros. Conseguiram levar emoção à bancada, missão difícil nesta tarde que já ia longa. Para pegar este toiro, pelo GFA de Coruche, foi à cara o forcado Tiago Gonçalves que consumou ao primeiro intento.

Os prémios foram entregues no final da corrida, e bem entregues por sinal. O troféu de bravura foi entregue à ganadaria Veiga Teixeira e o troféu de apresentação à ganadaria António Silva.

Crónica: ANA SILVA

Fotos: ARMANDO ALVES