Periodicidade: Diária - Director: Armando Alves - 06/12/2019.
 
 
IMAGENS E CRÓNICA DA CORRIDA DE TOMAR
IMAGENS E CRÓNICA DA CORRIDA DE TOMAR
12 de Agosto de 2019





Noite muito dura para os Forcados

Corrida do Emigrante em Tomar

Noite marcada pela dureza do Curro São Martinho que exigiu muito dos forcados.

A Praça de Touros de Tomar, recebeu esta sexta-feira 09 de agosto, a Corrida do Emigrante que registou um pouco mais de meia Praça, sendo dirigida pelo Sr. José Soares e assessorado pelo Dr. José Luís Cruz.

Iniciou-se a noite pelas cortesias, em praça os cavaleiros Marco Bastinhas, Luís Rouxinol Jr. e o Jovem cavaleiro António Prates. No sector das jaquetas de ramagens o GFA do Montijo e Tomar.

No início foi marcado pela passagem do testemunho do Cabo de Tomar, Marco Fernando de Jesus a Hélder Parker.

Abriu a praça Marcos Bastinhas, que cravou a ferragem da ordem sem grande emoção. O primeiro toiro da noite com 620 Kg tinha uma bela apresentação, mas cedo demonstrou ser manso, o que também não facilitou a primeira pega da noite, pelo GFA do Montijo. O forcado de Cara Élio Lopes pegou ao 2 intento e brindou a pega ao antigo cabo de Tomar, Marco Fernando de Jesus. Volta para o Cavaleiro e Forcado.

Para a segunda lide da noite, frente a um toiro de 570 kg, entrou Luís Rouxinol Jr que cravou igualmente a ferragem da ordem. Frente a um toiro sem história o cavaleiro fez o que pode e fez bem. Pelo GFA de Tomar o forcado da cara foi Vasco Freitas que saiu lesionado depois de 3 tentativas e foi dobrado por Hélder Parker que pegou ao 2 intento.

Volta para o cavaleiro.

Na terceira lide da noite, frente a um toiro de 650 kg, o jovem cavaleiro António Prates teve uma lide complicada. Prates tentou os possíveis e impossíveis, mas a sorte não lhe sorriu frente a um autêntico “boi”. Momentos muito duros para as ramagens do GFA Montijo, o forcado da cara João Paulo Damásio foi colhido sendo dobrado por Isidro Cirne que nunca conseguiram efectuar a pega. Tentaram ainda efectuar uma Cernelha por Élio Lopes e Nuno Dias, sendo a mesma impossível de se realizar. O toiro foi “vivo” para dentro ao fim de quase 30 minutos.

Para quarta lide da noite, o toiro que mais colaborou com 550 kg foi lidado por Marcos Bastinhas. Depois de uma boa série de curtos, finalizou com um par de bandarilhas.

O Toiro foi pegado á 2 tentativa pelo forcado do GFA Tomar Renato Pereira.

Volta para o cavaleiro e Forcado.

Na quinta lide frente a um toiro de 560 kg, Luís Rouxinol Jr, cravou 3 curtos de belo efeito, um ferro de violino e um palmito. GFA Montijo saiu lesionado João Sobral depois de 4 tentativas foi dobrado por Gonçalo Costa que pegou ao 1 intento.

Volta para o cavaleiro.

O último toiro da noite, com 560 kg foi lidado pelo cavaleiro António Prates. O cavaleiro conseguiu uma boa prestação e cravou 2 compridos e 3 ferros curtos. A última pega da noite efectuada pelo GFA Tomar foi cara Ricardo Silva e pegou ao 1º intento.

Volta para o cavaleiro e Forcado

Crónica: MÓNICA SANTA BÁRBARA

Fotos: ARMANDO ALVES