Periodicidade: Diária - Director: Armando Alves - 10/05/2021.
 
 
IMAGENS E MEMÓRIA FUTURA DO FESTIVAL DE REGUENGOS
IMAGENS E MEMÓRIA FUTURA DO FESTIVAL DE REGUENGOS
04 de Maio de 2021


 
NOTÍCIAS RELACIONADAS

Rostos da praça
Cavalos e Toiros da corrida



João Ribeiro Telles triunfa na Praça José Mestre Batista

MEMÓRIA FUTURA DO FESTIVAL DE REGUENGOS MONSARAZ

 

Data do Festival Tauromáquico: 3 de Maio de 2021

Local / praça da Corrida de Toiros: Reguengos de Monsaraz, Praça José Mestre Baptista

Empresário: Toiros e Tauromaquia

Director de corrida: Domingos Jeremias

Veterinária: Dra. Ana Gomes

Avisador: António Cardoso

Banda de Música: Banda Filarmónica de Reguengos de Monsaraz

Hora de inicio da Corrida: 19 H

Embolador: José Alcachão

 

CARTEL DA CORRIDA

 

Cavaleiros: Luis Rouxinol, João Telles, Marcos Bastinhas, Luis Rouxinol Jr, António Prates, Tristão Ribeiro Telles

Forcados: Amadores de Alcochete e Amadores de Monsaraz

Bandarilheiros: Duarte Alegrete; Gonçalo Veloso; Ricardo Pedro; Sérgio Santos Parrita, Pedro Noronha, Nuno Rocha, João Bretes, Nuno Oliveira, Sérgio Silva, António Telles Bastos, Ricardo Alves, Francisco Marques, Manuel dos Santos becas

 

TOIROS

Ganadaria: Passanha

Cabrestos: Eng. Luís Rocha

Campinos: Álvaro Gonçalves e José Bento

CORRIDA

CAVALEIROS

 

1.º Cavaleiro Luis Rouxinol                      2º Cavaleiro João Telles           3º Cavaleiro Marcos Bastinhas

Colocação de ferros                                    Colocação de ferros                    Colocação de ferros

Compridos:                                              Compridos: 2                               Compridos: 2

Curtos:                                                     Curtos: 5                                      Curtos: 3

De palmo:                                                                                                     De palmo: 1

                                                                                                                          Par de Bandarilha: 1

                                                                                                                     

4.º Cavaleiro Luis Rouxinol Jr                  5º Cavaleiro António Prates      6º Cavaleiro Tristão R. Telles

Colocação de ferros                                    Colocação de ferros                     Colocação de ferros

Compridos: 2                                               Compridos:                               Compridos: 2

Curtos: 4                                                      Curtos: 6                                       Curtos: 4

                                                                                                      

FORCADOS

 

1º Toiro da Ganadaria Passanha, com 460 kgs e o Numero 44, coube aos forcados amadores de Alcochete, através do homem da Cara, o forcado João Dinis, que consumou a Pega à 2.ª Tentativa.

2º Toiro da Ganadaria Passanha, com 470kgs e o Numero 70, coube aos forcados amadores de Monsaraz, através do homem da Cara, o forcado Mauro Carrilho, que consumou a Pega à 1.ª Tentativa.

3º Toiro da Ganadaria Passanha, com 520 kgs e o Numero 69, coube aos forcados amadores de Alcochete, através do homem da Cara, o forcado Afonso Carreira, que consumou a Pega à 4.ª Tentativa.

4º Toiro da Ganadaria Passanha, com 510 kgs e o Numero 28, coube aos forcados amadores de Monsaraz, através do homem da Cara, o forcado Paulo Caturra, que consumou a Pega à 1.ª Tentativa.

5º Toiro da Ganadaria Passanha, com 490 kgs e o Numero 32, coube aos forcados amadores de Alcochete, através do homem da Cara, o forcado Vitor Marques, que consumou a Pega à 1.ª Tentativa.

6º Toiro da Ganadaria Passanha, com 370 kgs e o Numero 52, coube aos forcados amadores de Monsaraz, através do homem da Cara, o forcado João Tiago Ramalho, que consumou a Pega à 1.ª Tentativa.

 

A “casa” esteve com cerca de 85% da lotação permitida pela DGS.

 

BREVE DESCRIÇÃO DA CORRIDA:

Iniciou-se ontem com o Festival taurino em Reguengos de Monsaraz mais uma época tauromáquica.

À semelhança do ano passado, a DGS volta a impor determinadas regras que continuamos sem entender como é o caso dos forcados terem de entrar e sair da praça entre lides e os 2 burladeros reservados para a imprensa estarem ocupados por 2 senhoras delegadas do IGAC com uma distância entre elas de apenas 30 ou 40 cm e outra senhora inspectora do IGAC andar constantemente a rodar pela trincheira fora…. Enfim!

Passamos á análise do festival, abriu praça Luis Rouxinol que continua tipo “relógio Suiço”, não inventa, o que faz é bem feito e não compromete. Cravou ferros limpos e soube estar por cima de um novilho Passanha que também não lhe causou problemas.

Seguiu-se Marcos Bastinhas que sem pressas e com passos certos contornou o seu oponente sem dificuldades, cravando ferros sem comprometer e terminando com o habitual e celebre par de bandarilhas.

João Ribeiro Telles foi o triunfador da corrida, mesmo sem arriscar muito, foram dele os melhores ferros da tarde/noite em Reguengos, cravou os ferros á sua bela medida e rematou as sortes, embelezando a sua lide.

Luis Rouxinol Jr teve uma tarde para esquecer e que certamente não foi do seu agrado, alguns toques nas montadas, uma queda e outro percalço, felizmente sem consequências de maior. Pareceu-nos que os cavalos não estiveram ao nível que deviam e pelo menos num dos percalços deverá a montada ter escorregado.

António Prates esteve equilibrado na sua lide, não deslumbrou e nunca comprometeu, andou a gosto e o público saiu satisfeito com o que viu.

Tristão Ribeiro Telles está a crescer de dia para dia, transparece sempre uma enorme calmaria, ouve os conselhos que lhe dão e anda certinho e ontem voltou a cravar ferros de boa nota.

Fotos e memória futura do Festival: ARMANDO ALVES / ANA RITA DIREITO / ANA CANHÃO